Educação Infantil

Como primeira etapa da Educação Básica, a Educação Infantil é o início e o fundamento do processo educacional. Para potencializar as aprendizagens e o desenvolvimento das crianças, a prática do diálogo e o compartilhamento de responsabilidades entre a instituição e a família são essenciais.

As Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Infantil (DCNEI, Resolução CNE/CEB nº 5/2009), em seu artigo 4º, definem a criança como “sujeito histórico e de direitos, que interage, brinca, imagina, fantasia, deseja, aprende, observa, experimenta, narra, questiona e constrói sentidos sobre a natureza e a sociedade, produzindo cultura”. Os eixos estruturantes das práticas pedagógicas dessa etapa da Educação Básica são as interações e as brincadeiras, experiências por meio das quais as crianças podem construir e apropriar-se de conhecimentos por meio de suas ações e interações com seus pares e com os adultos, o que possibilita aprendizagens, desenvolvimento e socialização.

Objetivos da Educação Infantil

Considerando que, na Educação Infantil, as aprendizagens e o desenvolvimento das crianças têm como eixos estruturantes as interações e as brincadeiras, assegurando-lhes os direitos de conviver, brincar, participar, explorar, expressar-se e conhecer-se, a organização curricular da Educação Infantil, de acordo com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular) está estruturada em cinco campos de experiências, no âmbito dos quais são definidos os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento:

  • Comunicar suas ideias e sentimentos com desenvoltura;
  • Demonstrar empatia pelos outros, percebendo que as pessoas têm diferentes sentimentos, necessidades e maneiras de pensar e agir;
  • Usar estratégias pautadas no respeito mútuo para lidar com conflitos nas interações;
  • Movimentar-se de forma adequada ao interagir com colegas e adultos em brincadeiras e atividades;
  • Demonstrar controle e adequação do uso de seu corpo;
  • Coordenar, com precisão e eficiência suas habilidades motoras;
  • Expressar-se livremente por meio de desenho, pintura, colagem, dobradura e escultura, criando produções bidimensionais e tridimensionais;
  • Apreciar e participar de apresentações de manifestações artísticas;
  • Reconhecer as qualidades de som, utilizando-as em suas produções sonoras e ouvir músicas e sons;
  • Expressar ideias, desejos e sentimentos sobre suas vivências, por meio da linguagem oral e escrita, de fotos, desenhos e outras formas de expressão;
  • Produzir suas próprias histórias orais e escritas;
  • Identificar gêneros textuais mais frequentes;
  • Registrar observações, manipulações e medidas, usando múltiplas linguagens em diferentes suportes;
  • Resolver situações-problema, formulando questões, levantando hipóteses, organizando dados, testando possibilidades de solução;
  • Relacionar números às suas respectivas quantidades e identificar o antes, o depois e o entre em uma sequência;
  • Os campos de experiências constituem um arranjo curricular que acolhe as situações e as experiências concretas da vida cotidiana das crianças e seus saberes, entrelaçando-os aos conhecimentos que fazem parte de patrimônio cultural.

Coordenação Pedagógica

Fabio Aurélio de Moraes é Coordenador Pedagógico da Educação Infantil, atua na área da educação e na Rede Salesiana Brasil desde 2013. Formado em Filosofia e Pedagogia pelo Centro Universitário Salesiano de São Paulo - UNISAL. Especializou-se em Gestão Educacional e Neurociência Aplicada à Educação pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Participou do programa de intercâmbio na Língua Inglesa pela New York Language Center, em Nova York. É mestrando no programa de Saúde da Comunicação Humana pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, com foco em linguagem e aprendizagem.

Orientação Educacional

Giceli Luciene Marcelino da Silva é Orientadora Educacional da Educação Infantil, formada em Comunicação Social, com complementação pedagógica em Letras pela FIAR. Graduada em Pedagogia pela UNINTER. Especialista em Ensino Religioso pelo Centro Universitário Salesiano de São Paulo - UNISAL. Mestranda em Salesianidade pelo Centro Salesiano de Formação Permanente América de Quito/Equador.